Hoje em dia conteúdo digital é algo muito popular pois ajuda as empresas com o seu trabalho, então neste artigo vamos lhe ensinar como funciona a criação de conteúdo digital.

 

O que é a criação de Conteúdo Digital?

O conteúdo digital é tudo o que existe em formato digital na internet, em código binário. Mudando para uma forma mais simples de se perceber, podemos considera-los um conteúdo que contém informações que podem enviadas por exemplo: através de ondas de rádio, stream via internet ou algum arquivo de computador a ser consumido de modo grátis ou pago por alguem.

 

Alguns tipos de Conteúdo Digital?

Nesta secção iremos descrever rapidamente alguns dos principais tipos de conteúdos digitais no âmbito de negócios.

 

Software

O mercado da venda de software é muito conhecido pela maioria das pessoas, com o aumento do uso dos smartphones surgiu também o conceito de Lojas para as aplicações, para distribuir aplicações diretamente nos smartphones das pessoas. É importante citar que essas aplicações também podem vender produtos digitais dentro deles. Basta procurarmos na lista de algumas das maiores empresas do mundo que iremos encontrar empresas de software Microsoft, Oracle, SAP.

 

Vídeos

Depois dos “antigos” CDs e DVDs com vídeos, filmes, cursos, os mesmos começaram a ser vendidos em arquivos digitais na internet, através dos telefones. Atualmente usamos o streaming como o meio mais convencional de distribuição dado que não é necessário consumir espaço em disco, apenas banda de internet. Vimos o grande crescimento de empresas como:

Entre outras, especializadas em vendas de vídeos em formato digital na internet.

 

Áudios

Áudios são muito parecidos aos vídeos, mas um facto importante na indústria musical é que foi permitido o nascimento de muitos novos artistas bons e que se agarraram sem a necessidade tradicional da passagem por todas as etapas que fabricavam artistas de sucesso, basta uma música ficar famosa no Youtube, Whatsapp ou pelas redes sociais, para produzir musicas de sucesso. Várias empresas surgiram exclusivamente com essa ideia, como:

 

Imagens

Existe uma procuração enorme para vendas de imagens na internet, apesar do conteúdo grátis ser de fácil acesso, designers e publicitários possuem pedidos específicos e também devemos respeitar o direito de autor das imagens que utilizamos em qualquer lugar na internet. Algumas empresas que vendem imagens são:

 

E-books

Os e-books(livros digitais) mataram a indústria tradicional de livros pois a sua distribuição é bem mais barata, além de ser de mais fácil de ler. Veja alguns negócios que vedem e-books:

Jogos

Este mercado superou o de filmes em quase o dobro de facturamento já em 2013, e continua a aumentar, conheça as maiores lojas de jogos:

 

Conteúdo online

Além dos exemplos citados anteriormente a indústria de informação é muito ampla, podemos introduzir na lista ainda: notícias, blogs, canais do youtube, portais de cursos, entre outros, que pode ser classificado como conteúdo digital, mas não está incluso nas principais categorias.

Tipos de conteúdo digital

Tipos de conteúdo digital

 

Como faturar com o seu conteúdo digital

Venda direta

A venda direta é muito simples, basta anunciar o produto em uma página da internet, permitir que os utilizadores / visitantes cliquem no botão comprar e proceda com a finalização da compra do seu produto ou serviço.

 

Assinaturas

Um meio muito comum no mundo digital é realizar a venda de assinaturas de serviços, revistas, sites, softwares, streaming de vídeo ou áudio. Uma das maiores vantagem de assinaturas é a recorrência de recibos para o negócio.

 

Venda através de terceiros

 

Lojas

Atualmente é muito comum existir marketplaces, lojas online ou dentro de algumas redes socias, onde é possível adquirir produtos e serviços digitais. Os mais bem sucedidos em marketplaces são produtos digitais, como música, filmes, aplicações, código fonte, entre outros. Entretanto é comum que terceiros cobrem comissões em torno de 30% por cada venda realizada no seu site ou aplicação.

 

Afiliados

Assim como no mundo offline existe o papel do procurador, que atrai clientes para o seu negócio, online o conceito é ainda mais forte e muito bem aplicado. É possível montar enormes redes de afiliados dos seus produtos digitais e comissionar o afiliado que consegui-o concluir os negócios em seu nome.

 

Publicidade

Produtores de conteúdo, donos de blogues e vlogs, sites de notícias e jornais digitais que possuem bastante acesso costumam a faturar muito com a publicidade em seus sites ou aplicações. Pois muitos dos produtores de costumam fazer uma mistura de publicidade que envolve a tradicional (banners e adsense) e o através de afiliação com outros negócios, no qual são comissionados por cada venda realizada a partir do site dos mesmos.

criação de conteúdo digital- anúncios

Exemplos de Anúncios

 

Intermediador de transações financeiras

Ser o intermediador de operações comerciais de compra e venda é um meio comum de se faturar com conteúdos digitais, pois uma grande maioria das vezes os produtores de conteúdos são especialistas no que fazem, então eles necessitam de ajuda no processo de facturamento, cobrança das vendas realizadas e para isso tais as mesmas cobram um percentual das transações realizadas. Aqui seguem algumas das maiores empresas como por exemplo:

 

Algumas razões para criar conteúdo digital

As pessoas estão na Internet

Uma grande parte da população, já se encontra na internet. Investir na internet a partir de conteúdo digital é uma estratégia que pode render milhões de negócios para sua empresa, literalmente. A outra oportunidade é preparar a sua empresa para a chegada da outra metade da população. Essas pessoas, que devem ser integradas eventualmente ao mundo digital, vão precisar de ajuda para perceber a internet então a sua empresa pode dar esse apoio.

Independentemente de queira aproveitar o público já ativo, ou apostar nos novos utilizadores digitais, é facto que as pessoas estão na internet. A criação de conteúdo digital é chamar a atenção delas, atraí-las para dentro de sua empresa, criar uma relacionamento com os mesmos e depois vender.

Seus concorrentes provavelmente já usam

O conteúdo digital já não é nada novo e, mesmo antes do surgimento da internet, já era utilizado por algumas empresas. O exemplo mais conhecido é o Guia Michelin, um manual gastronômico utilizado por vários restaurantes. Lançado oficialmente em 1900 por André Michelin, dono da fabricante de pneus Michelin. A sua ideia era fazer as pessoas utilizarem os seus veículos, gastarem seus pneus e se tornarem clientes dele mais tarde. A estratégia deu tão certo para ele que o guia continua sendo utilizado até hoje, em algumas localidades no mundo.

Conteúdo digital é tudo!

O conteúdo é a moeda do século XXI e com certeza deverá permanecer desta forma por muito tempo. As pessoas procuram por informação diariamente na internet, elas querem aprender coisas novas constantemente e isso não vai parar assim tão cedo. Em 2014, em um evento para os anunciantes do Google Adwords, foi revelado que eram feitas por volta de 3,3 bilhões de buscas diárias na internet.

Criação de conteúdo Digital

Criação de conteúdo Digital

 

Conclusão do artigo

Espero que com o que aprendeu neste artigo já perceba mais sobre a criação de conteúdo digital. Se gostou do artigo porque não ver o nosso artigo sobre As Melhores Técnicas para Aumentar A Sua Geração de Leads ou se tiver alguma duvida porque não nos contacta no nosso site.

Orçamento Grátis e Sem Obrigação

Oferecemos serviços digitais desde Web Design, Desenvolvimento Web, Design Gráfico, Marketing Digital, Domínios & Alojamento e muito mais!